sábado, 26 de maio de 2012

Fala, Lois.


E falo mesmo! Mas tenha certeza de que não ficarei nas palavras, Nanael, esses caras vão se arrepender de terem sido defecados!

Gostem eles ou não, e eles não gostam, eu sou a ESPOSA do Super Homem, aka Clark kent, Lorde Kal-El para gente insignificante como eles.

Gostem eles ou não, e eles não gostam, meu marido é HOMEM, com o melhor que o cavalheiro à moda antiga tem a oferecer. Ele não discrimina, não julga, não faz porra nenhuma do que esses sacripantas fazem parecer que um hétero honesto faz. Ou ele não seria amigo da Bat Woman, que é nossa comadre com o caçula.

Clark conseguiu me acalmar nas várias vezes em que esses editores de pasquins coloridos o difamaram. Já o colocaram como covarde, como traidor, como um moleirão que apanha de um marginal espacial, até o fizeram morrer para ganhar vendas, já que talento para bons roteiros eles não têm!

Tudo começou nos anos sessenta, quase setenta, quando as histórias em quadrinhos começaram a ficar mais realistas, incluindo dramas pessoais e frustrações dos heróis. Ok, ninguém é perfeito, as coisas pareciam ir muito bem por esse caminho. Até meados dos anos oitenta, eles fizeram algumas bobagens, logo resolvidas dentro das próprias estórias. Mas a personalidade e a pessoalidade de cada herói, continuavam preservadas.

Começou a ficar ruim, quando mataram Todd e fizeram o Bruce apelar para artimanhas sujas, nivelando-o aos bandidos que deveria combater. Me perdoem, mas há uma diferença enorme entre mostrar as fraquezas de uma pessoa, que bem podem ensinar muito a quem sabe aprender, e simplesmente destruir o caráter dessa pessoa. Veladamente, eles estavam alimentando o boato de que Bruce e Dick eram amantes. Por que? Porque eles simplesmente não são capazes de conceber amor desinteressado. Para eles, só existe motivo para gostar daquilo que dá algo em troca, e quando eu digo "algo" incluo as pessoas, que para essa gente não passam de objectos vivos.

Eu sou jornalista desde as primeiras aventuras do MEU HOMEM, conheço essa gente de perto. Aliás, Perry fez questão de me mostrar toda a sujeita do mundo editorial logo nos primórdios da minha carreira, para eu não me iludir e não cair nas armadilhas em que alguns colegas encerraram as suas. Perry é um sacana, mas ele valoriza a prata que tem em casa, e sabe com quem está lidando.

Não, não sou homophobica, emophobica, punkphobica nem astrophobica. Eu tenho os pés no chão. Eles vão incentivar manifestações acusatórias contra qualquer um que seja contra um "super homem gay, e se manifeste de modo relevante. A pessoa será acusada de homophobia e eles se aproveitarão da polêmica vazia para venderem mais das porcarias em que transformaram os quadrinhos ocidentais. Não é à toa que estão levando na rosca, da Marvel e dos japoneses. Nenhum dos meus amigos gays, e tenho uma pancada deles para me ajudarem nos bastidores da alta costura, foi consultado se queria ver MEU HOMEM dando o rabo... Como se houvesse carne capaz de fazer isso.

Na verdade, eles sentem falta é de um gay super poderoso consistente e com estórias decentes... e finais picantes. Nada que atente contra a moralidade, mimimi, mimimi e mimimi. Um deles até rabiscou um herói que batizou de "Golden Rainbow". Um herói super forte, voador, à prova de balas, capaz de se alimentar da luz solar, extremamente inteligente e esperto, malicioso no que precisa, enxerga infra vermelho e ultra violeta... enfim, um personagem viável que foi oferecido e recusado. Para quê investir em um herói novo, gastar com publicidade, ter que construir uma reputação, se eles podem difamar um já com prestígio e ganhar em cima da polêmica safada que vão gerar? Fazer isso com o maior herói de todos os tempos, então, maravilha! Depois que o público cansar, e já tiverem enchido o rabo de grana fácil, recomeçam do zero e volta tudo de novo, como sempre fazem os incompetentes.

Eu vou te contar, bem que fiquei desconfiada daquelas surras inverossímeis que ele teve que fingir que levava! Daquela morte idiota, tão idiota que não pôde ser sustentada e foi seguida de algo que deve ter sido feito por alguém que fumou maconha falsificada! Daquela tanguinha roxa RI-DÍ-CU-LA! Estavam era tramando isso há muito tempo! Preparando o estômago dos fãs para a calhordice que fariam em seguida! Eles estão contando com o poiticamente patético para se preservarem. Bem que Diana me alertou sobre isso! Que gente daquela laia não consegue ver nada sem colocar sexo no meio, de preferência que seja algo comprometedor.

Mas isso não fica assim! Ah, não fica mesmo! Estive há uma semana no Japão, conversando com o Vegeta. Contei o que estão fazendo com guerreiros valorosos e ele, em vez de louro, ficou ruivo de raiva. Ficou quase tão furioso quanto eu na TPM. Fiquem avisados que os mangás vão se aproveitar disso e tomar muito mais leitores deles, e eu vou ajudar a vender!

Da mesma forma que tiveram que recomeçar Batman como defensor da lei, terão que engolir quedas ainda maiores de vendas, depois do surto que a polemica besta vai dar. O lema deles para isso: "Não basta aceitar, tem que querer ser ou é declaradamente contra". Radicalismos com rótulos de causas justas sempre dão resultados rápidos, mas também fogem fácil ao controle, o que para gente sem talento não quer dizer coisa alguma.

Gostem eles ou não, e eles não gostam, MEU HOMEM vai continuar dizendo "up! up! and away" e não "up! up! in my back"... Vocês terão notícias minhas. E aquela lambisgóia que vão colocar com o meu nome nas revistinhas pornô-politicamente-patético, já aviso, NÃO SOU EU! Ela que se cuide na saída.

O que foi? Vão me chamar de homophóbica? De reacionária? Aproveitem e me chamem também de pedante, de arrogante, de exibida e de mulher feliz. Me processem! Mais um, menos um, na vida de uma jornalista... Tô me lixando.

4 comentários:

Renato Rodrigues disse...

Lois, "Can you read my mind?". Acho que sim :)

Nanael Soubaim disse...

Lois é mulher de verdade! Quando casou-se com Kal-El, ele ganhou uma aliança, e ela um radar de dedo.

Dark disse...

Só uma correção Lois, quem eles mataram foi o Jason Todd, o segundo Robin, o Dick Grayson não morreu, na verdade assumiu o manto de Asa Noturna.

Nanael Soubaim disse...

Ok, então mataram o Todd no lugar no Nescau. Obrigado, Dark, farei a correção.