quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A pedagogia do coitadinho*

*...ou frases ditas para proteger crianças mal-educadas, pais omissivos e a política das Secretarias de Educação, não necessariamente nesta ordem.

A frase - Ele é tímido
Vida real - Ele perturba todas as aulas e todos os professores para chamar a atenção

A frase - Ele é apenas uma criança
Vida real - é a desculpa para qualquer coisa de errado que ele faça

A frase - Todo adolescente tem seu tempo
Vida real - idem

A frase - O mundo está passando por uma fase complicada de novos paradigmas sociais
Vida real - Ah é, e ninguém descobriu ainda...

A frase - Ele está indo ao psicólogo
Vida real - Ele tem problemas e você vai ter que engolir

A frase - Você não está sabendo lidar com ele
Vida real - Ele avacalha a aula inteira, xinga todo mundo, não faz tarefas e não traz o material

A frase - Precisa ter mais carinho, mais paciência
Vida real - Você tem que ser professora, babá, mãe, pai, irmã mais velha, avó, tia e amiga de um capeta

A frase - Ele não fez por mal
Vida real - Depois de ter jogado o material de um colega numa poça de água

A frase - Ele disse que você não entendeu o que ele quis dizer
Vida real - Depois de você tê-lo colocada para fora de sala por ter mandando você se f***

A frase - Castigo, bronca, suspensão, nada disso adianta, só precisa conversar que ele vai entender

Vida real - Porque ela não sabe mais o que fazer com ele na coordenação e não quer suspendê-lo para não ter que aturar a mãe dele

A frase - Você não sabe ter o controle em sala
Vida real - O problema é seu, incompetente!

A frase – É preciso rever as formas e critérios de avaliação
Vida real – É a secretaria e sua política da aprovação pela aprovação

A frase – Coitadinho(a), professor(a), esta criança/adolescente é pobre/tem sérios problemas familiares/tem distúrbios de aprendizado/vai ser excluído pela vida, mesmo/já é excluído pela vida/ não seja mais um a exclui-lo(a)
Vida real – Você vai ter de aprovar o coitadinho(a).


Adriane continua de férias, torrando sua delicada cútis em alguma praia do Litoral Brasileiro. Esperamos que ela sofra de insolação, porque vai e fica deixando a gente na vontade. Que sua pele descasque inteira, e seu bronzeado não dure 2 dias, sua loka!

3 comentários:

Nanael Soubaim disse...

Leste meu texto no Palavra? Pois cabe direitinho.

Adriane disse...

Sempre leio, Nanael... Realmente cabe, tratamos do mesmo ponto de forma diferente.
Fio, seu fidido, só por causa disso não te enviarei as fotos... hauahuauah. E obrigada pela ajuda, meu amigo!

Meg disse...

Eu sempre odeio o "ele é apenas uma criança", pior desculpa ever.