sábado, 2 de maio de 2009

Emagreça! Saiba como!

Esqueçam as picaretagens veiculadas diariamente, a maioria sequer tem notificação ou registro na Anvisa. Na verdade, a maioria é mato com ervinhas quaisquer que eles catam no quintal ou na mata mesmo, sem critério, não estranhem a grande semelhança de alguns chás milagrosos com o pasto daquela fazenda, provavelmente saiu de lá.

Afirmo: Todo e qualquer chá quente emagrece. Na verdade até água morna emagrece. Até refrigerante meio morno, aquele que te faz flatular por horas seguidas, ajuda a emagrecer.

A Anvisa não é o padrão de perfeição, mas é a única referência séria que temos. Ela considera chá as infusões à base de plantas e/ou suas partes. Ou seja, levou sebo de carneiro já não é chá, se tem pêlo de doninha albina do Peloponeso já não é chá, se tem olho de boto cor-de-rosa é crime ambiental grave e passível de sanção legal por receptação. Chá é feito de plantas, mas o mongolismo burocrático dos engravatadinhos de ar condicional aceitam cogumelos, vá entender.

Vamos lá. Toda e qualquer ingestão de líquidos não venenosos ajuda a limpar o tubo digestivo, desde a língua até o sfincer. Por adicionar peso e volume, inibe o apetite e os desvairos gastronômicos, por isso é recomendado ingerir dois litros de água todos os dias, no mínimo. Quando é água quente os efeitos são bem maiores. Para quem não sabe, o intestino não é limpinho e isento de incrustações. Principalmente o do humano urbano, é extremamente sujo e obstruído por restos, gordura et cétera. A água quente dissolve a gordura, ajuda muito a desgrudar as incrustações e (auxiliada pelas fibras) faz uma limpeza completa por onde passa. Mas chá não é água pura, tem princípios activos. Não importa quais são, eles dão uma ajuda extra. Não é à toa que os indianos tomam chá quente durante as refeições, em vez de refrigerantes gelados que solidificam a gordura ainda no estômago. Aliás, a Coca Cola só obteve êxito por lá quando começou a vender quente.

Quanto às recomendações da vovó, sobre o poder terapêutico dos chás, são verdadeiras, mas os de venda comercial são proibidos de apelar para elas para não serem obrigados a exigirem receituário médico, além do que seriam obrigados a fazer longos e caros testes terapêuticos. Imaginem ir comprar um mate e te exigirem uma receita B2.

Bebam chá, crianças. Eu tomo, de segunda à sexta, durante o expediente, cerca de um litro e meio de mate quente. Isto, aliado à caminhada de ida e volta, mais minha dieta rica em fibras, me garante cinqüenta e seis quilos dentro de um metro e cinqüenta e oito centímetros de altura, contando ainda com ossos grossos e uma compleição atarracada. Eu passaria fácil dos sessenta se descuidasse.

Como as fibras auxiliam no emagrecimento? Fibras são como vassourinhas, elas grudam na pasta alimentar e sugam parte do líquido, principalmente as toxinas, isso torna os sólidos mais pesados e difíceis de se fixarem no tubo digestivo, sendo assim mais facilmente eliminados. Não custa colocar uma colherzinha de chá de farelo de soja na massa do bolo. Não tem gosto algum e ajuda a dar volume ao quitute, um lucro do qual os fabricantes ainda não se deram conta. Mas não são só restos de alimentos que as fibras eliminam, tudo o que não for absorvido em tempo hábil pelo organismo entra na dança. Até microorganismos indesejáveis.

E a caminhada? Ela não elimina calorias só consumindo-as. Sabendo andar, uma boa caminhada massageia o intestino, estimulando-o e evitando que absorva as porcarias que teimam em não sair. Basta saber andar também com o quadril, em vez de só movimentando as pernas feito um robô de filme trash.

Decerto que se as pessoas comerem o quê, quanto e o quanto devem comer, teremos um mundo esbelto, forte e saudável, excessão feita aos portadores de distúrbios hormonais. Mas tomar chá, ingerir fibras e caminhar com regularidade já ajuda muito. E não é só nas curvas que isso ajuda, tembém na textura da pele e nos cabelos. Experimentem.

2 comentários:

Adriane disse...

Muito bom!
Daqui direto pro chá - que eu gosto e muito.
Já esperimentou de capim limão com hortelã no verão? Hummmmmmmm!

Nanael Soubaim disse...

Tenho uma lata cheia de sachês, minha cara. Tomar chá, aliás, é também um exercício de civilidade.