segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Nas últimas

O último filme a que assisti foi “Uma linda mulher”. Adoro a Julia Roberts, adoro historinhas água com açúcar, adoro o Richard Gere, adoro a cena do piano.

O último livro que li foi “Harry Potter e as relíquias da morte”. Shoray öseanos. Este livro deve ter alguma maldição. Não consegui engrenar nenhuma leitura, depois disso.

No último Grenal, ontem, o Inter ganhou de 4x1. Alegrias fugazes.

A última novela que eu acompanhei foi Cobras e Lagartos. Saudades do Foguinho.

A última vez em que fiz uma limpeza de verdade no meu quarto faz duas semanas.

O último chocolate que eu comi foi Kinder. Não o ovo, aquele da barrinha.

O último ataque de riso que tive foi hoje, no ônibus. Não me lembro o motivo.

A última vez em que chorei foi assistindo “Simplesmente Amor”. De novo, e sempre na mesma cena. Patético.

A última vez em que meus olhos verteram lágrimas inadvertidamente foi hoje. Lente de contato.

Na última vez em que montei um quebra-cabeças, não consegui terminar.

O último sonho que tive envolveu grama, sol e alguma coisa que me assustou.

A última vez em que comi picolé, foi de uva. Odeio. Não sei porque faço esse tipo de coisa.

Esta última frase me causou o meu último pensamento infame: "Chupa, que é de uva".

Na última vez em que fui à manicure, pintei as unhas de azul com glitter. Não sei porque faço esse tipo de coisa.

Na última vez em que fiz chapinha, fiquei parecendo o Saruman. Já contei isso...

A última vez em que atendi o telefone, a ligação caiu. Graças a Deus.

A última música que o meu player tocou foi Wild Thing, do Kinks.

Na minha última TPM, chorei ouvindo Twist and Shout. Coisa de louco.

A última vez em que pensei ter encontrado o sentido da vida, foi ouvindo We can work it out, dos Beatles. Sempre eles.

A última vez em que eu tentei escrever um texto, saiu isso.

6 comentários:

Fio disse...

Na última vez que eu fui comentar um texto seu, pensei "PQP, até quando não quer essa menina escreve bem, vou te contar..."

Parabéns, Deb. Bjsmeliga

Fabiana disse...

Tá ótimo o texto, mas eu não conheço a versão dos Kinks para Wild Thing, onde tem?

Grace Simpson disse...

hahahahahaha!! Adorei Luna!!! Pq é que a gnt as vzs faz coisas que não quer, ou que já sabe que não vai dar certo? Pq mulheres são estranhas e ponto!!

Parabéns pelo texto!!

Meg disse...

A última vez em que comi picolé, foi de uva. Odeio. Não sei porque faço esse tipo de coisa.

Esta última frase me causou o meu último pensamento infame: "Chupa, que é de uva".

Miacabo!

Luna disse...

Gente, vocês gostaram mesmo? Nem acredito.

Wild Thing eu achei no Lime Wire, Fabiana!

Adriane disse...

Tá uma diliça, Luna.
E a gente faz mesmo um monte de coisa que sabe qeu não gosta, que não pode ou até mesmo que não quer, e sabe que vai se dar mal, e faz mesmo assim.
"Não sei porque faço isso" é uma verdade tântrica corcélica.