sexta-feira, 27 de março de 2009

O Bem Pensar

Em algumas situações na vida (como a que eu me encontro agora), você fica naquela de "ou vai ou racha".

Alguns racham, é verdade. Mas outros vão.

Mas não é ir no sentido definitivo (de morte e etc.), mas o sentido de vencer o que se apresenta à sua frente.

Você pode encarar as coisas como boas ou ruins, como pesadelos ou bençãos. Mas o que importa, realmente, é o que você faz com isso.

E nisso se encontra a questão do Bem Pensar.

Muitas vezes, um problema toma vulto maior se nos entregamos a ele, no sentido de achar que realmente somos os piores vermes do mundo, se nos enchemos de culpa, de dor, e de sofrimento. Transformamos, desse jeito, uma pequena pedra, numa rocha quase impossível de carregar.

Não estou dizendo que os problemas, as crises, não são nada. São sim, coisas que acontecem nas nossas vidas, pra trazer sempre algo. Seja uma revelação (no sentido religioso), seja pra nos fazer amadurecer, seja pra nos fazer compreender quem somos e o que fazemos.

De qualquer forma, uma dificuldade que surge é uma possibilidade de crescimento.

Bem Pensar sobre uma dificuldade não a torna menor. Mas faz compreender que, de uma forma ou de outra, é possível.

Muitas e muitas vezes na minha vida (e sei que com quase todos os seres humanos acontece o mesmo), eu cheguei em pontos em que a dor, o sofrimento, a tristeza, parecia não ter fim. E sou minha própria testemunha de que no fim, era possível. E foi possível. E eu venci. Com ajuda, de Deus, da minha família, de amigos, e tudo o mais. Sei que alguns vão achar piegas, mas com a ajuda de Jesus Cristo, também. Que é um amigo mais que especial, e pra todas as horas da vida.

Bem pensar não está ligado à religiosidade, em verdade. Se resume a saber encarar o problema na real proporção que ele tem. Não aumentar, nem fazer pouco dele, mas tampouco se entregar.

Problemas e dificuldades sempre vão surgir. O sofrimento é algo que vamos ter por toda a vida. Porque somos seres imperfeitos, e que como tal, precisam muitas vezes de "coisinhas" pra aprender a crescer e a nos tornarmos melhores.

Porque é isso que Deus pede de nós. Que sejamos melhores, sempre. Em alguns momentos ficamos estacionários, mas isso é normal. Quem não para quando se sente bem e confortável?

Mas o sofrimento acaba vindo, para nos tirar da inércia.

Por bençãos ou sofrimentos, o certo é agradecer à Deus.

Que nos traz sempre uma possibilidade de sermos melhores....


Pra finalizar, eu lembro de uma cena do filme "Melhor é impossível", em que eu ouvi uma das mais incríveis declarações de amor que um homem pode fazer:



"You make me wanna be a better man..."



Fully agreed, Melvin.

4 comentários:

Adriane disse...

Lindo, Du.
Beijocas e fica com Cristo.
Ah, e é agora tua vez de orar por mim...

Nanael Soubaim disse...

Profundo. Já és um psicólogo na prática. O diploma é questão de tempo.
Eu também oro por ti todos os dias, mocinha.

Meg disse...

Concordo total com o Nanis!
Passou Melhor é Impossível outro dia na Globo, atoron.

fabio_ disse...

Ei, malagradecido! Nem lembrou da nossa amiga, a Fluoxetina!!

De qualquer forma, é bom te ver bem, rapaz! Sofrer pode ser chique, mas cansa.

:*