quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Meus amáveis perdedores

Os estadunidenses costumam chamar àqueles que não atendem a determinados critérios, como beleza e popularidade, de "loosers", literalmente, perdedores. Mas eles mesmos também criaram uma legião de perdedores adoráveis, que, no fundo, no fundo, conquistaram e ainda conquistam os corações e o imáginário de crianças e adultos mundo a fora.
Apresento a vocês uma pequena listinha com alguns de meus perdedores preferidos, segundo catagorias inventadas por esta que vos escreve.

1. Categoria perdedores imaginativos. São aqueles que usam sua doce imaginação para fugir às agruras à sua volta, e sempre nos fazem rir com sua capacidade de recriar situações mentalmente. Doug Funnie e aquele menininho que sempre achava que saía de suas encrencas sonhando acordado que aparecia em desenhos da Warner Brothers são exemplos deste tipo.

2. Categoria perdedores mau-humorados/sarcásticos. São perdedores, mas com estilo, e às vezes até se dão bem. Por baixo de seu mau-humor e até jogo sujo, também podem mostrar muita ternura, tais como Patolino e o Pato Donald; eles, aliás, nem a pau se reconhecem como perdedores.

3. Categoria eu-me-acho. Perdedor? Nem pensar. Eu sou o máximo e me garanto, mesmo que o amor da minha vida simplesmente nem saiba que eu existo ou fuja de mim como de uma assombração. A maravilhosa Senhorita Piggy e as fabulosas Lucy e Patty Pimentinha (do desenho do Minduim - adoro esse apelido do Charlie Brown) são exemplos típicos.

E os melhores de todos estão na categoria Gonzo, o Grande. Eles são amáveis, generosos e têm um grande amor platônico que ou os ignora ou os despreza. Se eu pudesse, os abraçaria para sempre e diria o quanto eu os adoro. Para mim, Gonzo é e sempre será o símbolo de tudo isso, por isto ele dá nome à categoria. Neste mesmo grupo, cito os não menos queridos Charlie Brown, Pateta e Eddie, o Sortudo (de Hagar, o Horrível).

Gonzo, eu te amo!

5 comentários:

josei disse...

O Charlie Brown é meu perdedor favorito, apesar de gostar de todos os citados aqui. Também gostava do Conrado Caqui (de Fudêncio e seus Amigos), mas depois que mudou o dublador eu parei de gostar.

Nanael Soubaim disse...

Que pôcha!

Fio disse...

Faltou na lista o entire cast do Talicoisa, benhê! :P

Ótimo texto, Dri. E eu também adorava o Gonzo.

Meg disse...

Quando li o título até pensei que o texto era sobre a gente!

Adriane disse...

Bem, então teríamos que ver em que grupo nós nos encaixamos. Heheheheh. Se fosse me enquadrar com talicôser numa das categorias que inventei, eu teria um pouco de cada um, mas muito de Miss Piggy. Perdedora, eu, só porque meu amor sequer sabe que existo? No way, sou lindadivinimaravilhosa.